Jacques Dequeker & Matheus Coutinho: dois craques da arte das câmeras

Voltar

Jacques Dequeker & Matheus Coutinho: dois craques da arte das câmeras

No Dia Internacional da Fotografia contamos um pouco mais da história sobre estes dois mestres das lentes

 

Nesta quarta-feira, dia 19 de agosto, é comemorado o Dia Mundial da Fotografia. Sem sombra de dúvidas, a foto é um dos instrumentos mais extraordinários já inventados pelo homem. Com ela, através da imagem capturada passamos a ter a possibilidade de dar um passo à frente da pintura, e eternizar um momento da forma mais realista possível.

O registro de acontecimentos em forma de imagens, revolucionou a sociedade de diversas formas. A cultura, economia, artes e a história em geral mudou depois que acontecimentos passaram a ser registrados, demonstrando uma riqueza de detalhes, que outras formas de registro não conseguem descrever. Além disso, a foto é um elemento democrático, que permite a qualquer pessoa o entendimento da informação contida na imagem, sendo assim um objeto essencial na comunicação humana devido sua capacidade de transmissão de conceitos e ideias.

Neste cenário, indivíduos passaram a se especializar no ofício da fotografia, tornando-a não só um novo emprego, como também uma nova forma de arte. Mais do que apenas captar o momento, os fotógrafos  desenvolveram técnicas que passaram a transmitir também emoções e sentimentos através de suas lentes.

Para comemorar o Dia Internacional da Fotografia e homenagear dois de nossos assessorados mais talentosos, decidimos contar um pouco mais do trabalho fabuloso feito por Jacques Dequeker e Matheus Coutinho. Ambos são fotógrafos renomados na área, que acumulam diversos trabalhos de peso reconhecidos nacional e internacionalmente.

Jacques Dequeker

Antes de se tornar um ícone da fotografia de moda e um movie maker premiado nos principais festivais do mundo, Jacques Dequeker iniciou sua carreira de fotógrafo nos anos 2000, após vivenciar experiências que o tornaram o a pessoa e o profissional internacionalmente reconhecido de hoje.

Autodidata, gaúcho de nascimento, filho de mãe francesa, Jacques trabalhou como limpador de barcos em San Diego, nos Estados Unidos, foi professor de boxe, em Porto Alegre, e chegou a fazer performance nas ruas de Seattle. Depois dessas aventuras internacionais, o fotógrafo voltou para o Brasil e teve sua primeira experiência com a fotografia, com o amigo e fotógrafo Pedro Flores. Em seguida, trabalhou com Paulo Vainer e Jairo Goldflus.

Dequeker trilhou seu próprio caminho na fotografia de moda, em julho de 2000, onde fotografou sua primeira Vogue. De lá para cá, são 20 anos de carreira atrás das objetivas em voo solo, acumulando diversos prêmios como o de melhor fotógrafo de moda pela ABIT (Associação Brasileira da Indústria Têxtil) e na Bienal de Fotografia de Roma. Nesta última, foi condecorado devido aos registros com imagens subaquáticas de tubarões, uma de suas paixões e parte de seu trabalho pessoal.

Entre suas principais influências estão Salvador Dalí e Helmut Newton, que inspiraram seu trabalho e se veem presentes na a figura das suas mulheres-heroínas. Ele encara a moda como um universo lúdico e cria histórias sem parar. A partir da Sputnik achada em uma feira de antiguidades, uma câmera russa 3D dos anos 50, ele inovou fazendo editorias e campanhas em terceira dimensão e até um desfile-filme em uma das edições da São Paulo Fashion Week, para a marca Ellus.

Dentre tantos trabalhos bem sucedidos, Jacques destaca três como os que mais lhe emocionaram de uma forma especial. Na ‘lista vip’ estão: fotografar no apartamento da Coco Chanel, a primeira vez clicando a übermodel Gisele Bündchen, e o seu primeiro trabalho –uma Vogue Brasil completa.

Vale também destacar os diversos ensaios com as celebridades internacionais feitos pelo fotógrafo. Na extensa lista estão nomes como: Matthew McConaughey, Zac Efron, Joshua Bowman, Ben Harper, Adam Levine, Charlie Weber, Soulja Boy, Rita Ora, Ashton Kutcher, Iggy Azalea, Paris Jackson, Fergie, Cara Delevigne, Naomi Campbell, Eva Herzigova, além de várias grandes top models.

 

Em seu trabalho mais recente no mundo da fotografia, Jacques Dequeker lançou um projeto inovador: sua própria revista digital feita inteiramente no Instagram, a DQKER Nation (@dqker.nation).

View this post on Instagram

Vem ver toda beleza e os produtos usados neste editorial no feed ! 💥 . . Photo: @jdequeker Makeup: @judequeker com produtos @diormakeup Model: @maiararubik / @waymodel Conteúdo de beleza: @beautyreview.com.br . #love #fashion #beauty #beautytrends #dior #dqkernation #jadoredior #photooftheday #beautiful

A post shared by DQKER NATION (@dqker.nation) on

 

A estrutura das publicações segue um conceito forte por edição com desdobramentos em quatro diferentes editorias: Fashion, Lifestyle, Beauty e Youth. O texto não é o foco da publicação digital, mas sim o visual, que segue orientado para e pela arte unida ao design. “Em uma breve definição, a DQKER Nation é onde design meets fashion, e isso acontece no Instagram”, afirma Jacques.

Entre as capas já fotografadas estão as tops Valentina Sampaio, Candice Swanepoel, Mahany Pery, o ator global Felipe Titto e a atriz Camila Queiroz. Para o lançamento, Jacques elegeu a modelo Dany Braga em um ensaio sexy e poderoso.

 

Matheus Coutinho

Matheus Coutinho é diretor de fotografia, formado em Publicidade e pós-graduado pela Academia Internacional de Cinema. Nascido no berço da cinematografia, segue à frente da maior produtora do estado do Rio de Janeiro, a MAC Produções, fundada pelo pai há 31 anos, sua idade atual. Com 20 anos de idade, enquanto estudava, já tinha no currículo campanhas com grandes artistas do cenário nacional.

Considerado um profissional 360°, devido ao seu know how em diversos segmentos do mercado, como moda, lifestyle, música e entretenimento, além de dominar todo o processo de criação de conteúdo áudio visual – que inclui fotografia, vídeos e clipes – Matheus atuou em grandes projetos de empresas e marcas como Coca-Cola, TV Globo, Nike, Boticário, além de artistas como Pabllo Vittar, Anitta, Marina Ruy Barbosa, Manu Gavassi, Claudia Leitte, Boca Rosa, Letícia Bufoni, Caio Castro, Whindersson Nunes, Daniel Alves, entre outros.

Ele também compõe o casting de diretores de fotografia da Mynd Music2!, uma das maiores agências de marketing de influência. Para o futuro, mira aplicar sua técnica e visão de mercado em projetos com propósito e para todos os segmentos, ao redor do mundo.

Em seu último trabalho, Matheus Coutinho se uniu à skatista Leticia Bufoni e ao surfista Pedro Scooby para homenagear os esportes radicais impactados pela pandemia do coronavírus. Com uma viagem de motorhome pela Europa, o trio gravar uma minissérie de tirar o fôlego intitulada What a trip!. O objetivo foi mostrar os melhores picos de esportes de ação, apresentar atletas que se destacam em suas áreas, além de compartilhar toda aventura e experiência vivida durante os 20 dias de estrada.

Todas as cenas do projeto forão gravadas na Europa, passando por Portugal, Espanha, França, Suíça, Alemanha, Áustria, Croácia, Itália e Grécia, totalizando mais de 3.000 quilômetros rodados. What a trip! tem previsão de estreia já para o segundo semestre deste ano, com lançamento nas redes sociais de Letícia, Scooby e Matheus.

“Nos reinventamos para homenagear atletas que estão sem competir e para levar entretenimento aos fãs que estão em casa e não podem torcer de perto”, conta o diretor Matheus Coutinho, que teve o desafio de levar somente alguns equipamentos na mala, como três câmeras, um drone e seis lentes.

Em paralelo com a minissérie, Matheus também trabalhou com a top Cintia Dicker, fazendo um lindo editorial para a revista Vogue com a modelo durante a viagem.