Isabeli Fontana faz doação para ONG curitibana Amigas da Mama

Voltar

Isabeli Fontana faz doação para ONG curitibana Amigas da Mama

Em parceria com grandes marcas, modelo irá doar 15 peças das quais a venda será convertida em ações de manutenção da organização, voltada para o câncer de mama

 

Continuando seu outubro engajado em promover conscientização à sociedade e ajudar quem sofre com o câncer de mama, a topmodel Isabeli Fontana decidiu unir forças com grandes marcas nacionais para auxiliar a Associação Amigas da Mama, de Curitiba, sua terra natal. Em parceria com Colcci, Água de Coco, Damyller, Tufi Duek, Luz da Lua, Dudalina, Morena Rosa e Zen, a modelo irá doar 15 peças para a ONG, que irá reverter a venda dos itens em ações de manutenção da mesma. As peças doadas serão postadas no Instagram da supermodelo durante todo o mês de outubro.

A Associação Amigas da Mama foi fundada em 2001 e conta com serviços de advogadas, psicólogas, doação de lenços, drenagem linfática para membro superior com linfedema, doação de prótese externa e sutiãs, empréstimo de perucas, aceitam doações de cabelos, entre outros tantos serviços para mulheres da região que não têm meios de arcar com esses custos.

Porém, esta não é a primeira ação de Isabeli relacionada ao #OutubroRosa. Participante ativa das campanhas do câncer de mama, a supermodel lançou no dia 1º de outubro uma campanha em que alertava as mulheres sobre a importância do autoexame e do diagnóstico precoce.

Em seu Instagram, ela publicou o vídeo Uma de nós desenvolverá câncer de mama, que reúne diversas modelos nacionais e internacionais e mostra a estatística de que uma a cada oito mulheres vai apresentar sinais da doença, de acordo com dados da American Cancer Society. “Quero mobilizar as mulheres para não ter medo do próprio corpo. Se eu descubro um ‘caroço’ de 1cm, a chance de cura é de 90%. Se for de 3cm, 70%, ou seja, cada milímetro pode salvar vidas”, disse Isabeli. Confira a postagem:

View this post on Instagram

De acordo com dado da American Cancer Society, uma a cada oito mulheres que viverem até os 75 anos terão diagnóstico de câncer de mama. A característica mais comum da doença é o surgimento de um nódulo nas mamas ou axilas geralmente indolor, por isso é tão importante o autoexame regularmente em mulheres a partir dos 20 anos e a realização anual de mamografia a partir dos 40. A conscientização é o primeiro passo, por isso convidei minhas amigas @letticia.munniz, @anabeatrizbarrosofficial, @alineweberoficial, @afiyabennett, @renatakuerten, @heloise_guerin_dermarchelier e @shirleymallmann para essa ação tão importante e necessária. #outubrorosa🎀

A post shared by Isabeli Fontana (@isabelifontana) on