Ferrugem

Voltar

 

Biografia

Ferrugem nem sempre foi chamado assim. Nascido no Rio de Janeiro, o cantor, compositor, produtor musical e mpresário, tem em sua certidão de nascimento o nome de Jheison Failde de Souza. O apelido foi dado pela primeira vez por um amigo, ao vê-lo entrando em um estúdio de gravação. O motivo? O fato de o cantor possuir sardas pelo corpo.

O cantor, que já trabalhou como ambulante, panfleteiro, vendedor de jornal e entregador de pizza, é hoje um dos maiores nomes do samba/ pagode do País, sendo o artista de número um nas rádios do segmento do Brasil.

Suas inspirações para a música começaram já na infância, dentro de sua própria casa. Sua mãe foi backing vocal de Tim Maia, além de ter cantado com vários nomes da música popular brasileira. Aos 13 anos, Ferrugem comprou seu primeiro tantã, instrumento de percussão, e começou a participar de rodas de samba no bairro, em segredo.

Apesar dos desafios para seguir seu sonho e poder participar das rodas de samba, ele não se intimidou e seguiu em frente. Em 2011, teve a oportunidade de se apresentar em São Paulo com a sua própria roda – Roda de Samba do Vila Duca. Foi nesta época que surgiu a música “Meu Bem”, primeiro sucesso e destaque nas principais rádios de todo o Brasil.

Dois anos depois, em 2013, Ferrugem ganhou notoriedade ao cantar “Infância” no álbum do cantor Reinaldo e, em 2014, sua carreira passou a ser administrada pela Gold Produções, assinando contrato com a Warner Music logo em seguida.

O ano de 2015 reservou ainda mais surpresas à Ferrugem. O cantor despontou com o lançamento do seu primeiro álbum “Climatizar”, que teve como principais singles “Ensaboado”, “Saudade não é solidão”, “Paciência” e a música que leva o nome do álbum. Juntas elas somam, em seu canal oficial do Youtube, mais de 5 milhões de views.
Dois anos depois, em 2017, lançou seu segundo álbum de trabalho “Seja O que Deus Quiser” e o resultado foi certeiro: “Minha Namorada” e “Eu Juro” alcançaram juntas mais de 174 milhões, batendo recorde de seus primeiros lançamentos.

E sua ascensão não parou por aí! Em 2018, Ferrugem deu um grande passo em sua carreira e lançou seu primeiro DVD “Prazer, Eu Sou Ferrugem” com a participação de grandes nomes: Péricles, Marcos e Belutti, Nego do Borel, Thiaguinho, Suel, Bruno Cardoso e Ludmilla. Esse novo projeto foi marcado pelos hits “Pirata E Tesouro”, “Pra Você Acreditar”, “Sinto Sua Falta” e “É Natural”. Os quatro singles do projeto ficaram entre as músicas mais tocadas do País no ano.

Em 2019, o cantor lançou o DVD “Chão de Estrelas”, que contou com participações especiais de Ivete Sangalo, Lucas Lucco, Léo Santana, Zé Neto e Cristiano, Belo, Tiee e Reinaldo. O DVD se tornou mais um grande sucesso de Ferrugem Brasil a fora. Atualmente, sua música de trabalho é “Segundo Plano”, que também faz parte desse último trabalho, que, aliás, já conta com mais de 170 milhões de streams. Acontecimento registrado por sua gravadora, Warner Music, através de uma placa comemorativa.

Os lançamentos de vários singles de Ferrugem através do DVD “Chão de Estrelas” também alcançaram certificações importantes, como a de Diamante por “Até que Enfim”, a de Platina Duplo por “Nesse Embalo”, a de Platina por “Tá na Cara” e a de Ouro por “Segundo Plano”.

Com apenas 31 anos e três álbuns lançados, o cantor possui mais de 5 milhões de ouvintes mensais no Spotify, tornando-o um dos artistas masculino com maior número de ouvinte/mês no Brasil. No Youtube, o sucesso não é diferente: são mais de 3,6 milhões de inscritos e mais de 1,4 BILHÃO de views em seu canal oficial. Os shows? 20 por mês e todos sempre lotados com antecedência.

Apesar de todas dificuldades que enfrentou ao longo da vida, Ferrugem segue buscando cada vez mais evoluir como músico, pessoa e pai, sendo reconhecido por onde passa por sua voz e talento. O que resulta em momentos marcantes, como a primeira vez que se apresentou no “Réveillon de Copacabana” para a chegada do ano de 2020. Na ocasião, Ferrugem foi a atração principal no palco da maior festa de ano novo do mundo ao cantar para mais de 3 milhões de pessoas.

O cantor também iniciou sua própria label em 2019: “Ferrugem em Casa”. Com proposta intimista, o evento, que já é um sucesso, reúne amigos do cantor, fãs e traz uma roda de samba cheia de alegria e muita animação. Com realizações em quadras de escolas de samba do Rio de Janeiro e de São Paulo. O sucesso é tanto, que o projeto virou até um álbum, de mesmo nome, que está disponível em todas as plataformas de streaming desde o verão 2020.
Como senão bastasse, ainda no primeiro semestre de 2020, Ferrugem amplia sua área de atuação profissional e passa a trabalhar, além de cantor, como produtor musical e empresário no estúdio “Drop Sound Studio”, que abriu na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, ao lado de seu sócio, Gabriel Fernandes, com objetivo de lançar e produzir talentos de ritmos variados.

No mais, Ferrugem foi indicado, em 2018, ao Grammy Latino como “Melhor Álbum de Samba/Pagode”. O evento realiza anualmente a entrega do principal prêmio de música latina do mundo. Grandes nomes estavam na lista de indicações daquele ano ao lado do cantor, como Chico Buarque, Elza Soares e J. Balvin. Além dessa indicação, Ferrugem também figura de forma contínua diversas indicações, como o Prêmio Multishow (2019, 2018 e 2016), o troféu Melhores do Ano do Domingão do Faustão (2019 e 2018), o Prêmio Contigo! (2018), o Prêmio Internet (2019), entre outros.

Super família, o cantor é pai de três meninas: Sofia, Julia e Aurora. Casado com Thaís Vasconcelos, os hobbies do cantor envolvem: encontro com amigos, curtir momentos em família, além do futebol. O cantor torce para o Fluminense no futebol e é mangueirense de coração quando o assunto é Carnaval, o que inclusive motivou o ponta pé inicial do projeto “Ferrugem Em Casa” pelas quadras de escolas de samba.