Maellen

Voltar

Biografia

A cantora Maellen nasceu em São João do Meriti (RJ), onde morou até os 2 anos de idade, mas se declara Caxiense, pois foi em Duque de Caxias (RJ) que começou a escrever sua história de fato.

A infância foi ao mesmo tempo permeada de brincadeiras com os colegas – jogando bola, soltando pipa, bolinha de gude – e de descobertas. Aos 18 anos, Maellen foi expulsa de casa ao se assumir lésbica e foi morar com Karen Moraes – hoje sua noiva e com quem teve a filha Antonella, que está prestes a completar 1 ano de idade.

Foi nessa mesma época, no estúdio de um amigo produtor de funk, que veio o despertar e a vontade de seguir a carreira como cantora. Maellen sentiu que precisava cantar e usar sua voz como conexão e representatividade. Ela chegou a lançar alguns trabalhos independentes, mas foi no Free Fire e nas lives que a artista conseguiu a primeira consolidação da carreira.

Maellen se destacou e se tornou referência no mundo dos games, meio considerado machista e dominado por homens e agora, com contrato assinado com a gravadora Universal, almeja o mesmo sucesso na música. Apaixonada por muitos estilos, mas principalmente pelo trap e funk, a cantora vê em Anitta sua maior inspiração, pessoal e profissional, por ter elevado o ritmo a outro patamar.

Sobre a comunidade LGBTQIA+, da qual faz parte, Maellen se diz emocionada por conseguir ser inspiração para tantas pessoas. O seu objetivo é mostrar que, tanto pela música quanto por simplesmente ser quem se é, tudo é possível, basta lutar por seus sonhos. O dela, em particular, é se tornar uma das 5 artistas mais ouvidas do Brasil.

Agora em 2021, com uma base de fãs crescente – são quase 2 milhões só no Instagram, enquanto no TikTok são 2,6 milhões de seguidores e vídeos que ultrapassam 14 milhões de visualizações -, um status já conquistado no meio gamer e a assinatura de contrato com a gravadora Universal, Maellen está pronta para voltar a focar na música, apesar de nunca tê-la deixado de lado – seus sucessos lançados são “Squad”, “Capa&Tchau” e “Tu tá Maruco – Poesia Free Fire”, que somam mais de 49 milhões de visualizações no YouTube.