PK

Voltar

Biografia

Natural do Rio de Janeiro, Pedro Henrique Bendia, mais conhecido como PK, respira música desde pequenininho. Suas influências musicais tomaram grande proporção na quarta-série, época em que começou a ouvir Racionais por indicação de um amigo. Já o funk surgiu e ganhou forças na vida de PK por ser o estilo musical predominante do lugar em que morava.

Apesar da pouca idade, PK coleciona experiências no ramo musical e sua descoberta se deu por conta de uma participação – em 2013 – na Batalha do Real, a maior batalha de rimas do Rio de Janeiro, e o resultado não poderia ser outro: campeão.

Mais uma vez, PK havia feito seu nome permanecer entre as cabeças mais procuradas das Batalhas de MC, somando uma grande legião de fãs que o acompanhavam por seus freestyles. Então, com confiança e pedidos do público para que lançasse seu primeiro trabalho musical, montou seu primeiro grupo. Uma semana depois de lançar o primeiro single, ele começou a receber pedidos de shows por telefone e, de uma hora para outra, aprendeu toda logística do mercado da música e de eventos, já que trabalhava de forma totalmente independente.

No final de 2018, o grupo encerrou suas atividades em comum acordo de todos os membros.

Em 2019, PK lançou seu primeiro som em carreira solo, intitulado “Quando a Vontade Bater”. O single atingiu números inimagináveis e conta hoje com mais de 80 milhões de views no YouTube. A música se manteve durante oito meses entre as 15 mais tocadas no Spotify, e conta hoje com mais de 127 milhões de streamings na plataforma. Após nove meses, a música ainda se mantém no top 30. Além do sucesso nacional, “Quando a Vontade Bater” ultrapassou as barreiras do continente e entrou nos rankings de streaming da Europa, virando referência de funk em Portugal. Essa grande explosão é um reflexo da inovação que o artista traz: mescla diferentes ritmos musicais, tendo sua base o Rap e o Funk.

Mostrando toda sua versatilidade, a música seguinte veio de uma parceria com um dos grandes nomes do cenário musical brasileiro, o cantor Belo, chamada “Indomável”. O som ocupou o primeiro lugar de algumas das principais rádios do Rio de Janeiro e Brasil.

PK participou de músicas como “Meu Mundo”, “Como Ela Vem”, “Barcelona” que somadas ultrapassam a faixa de 250 milhões de reproduções.

Apaixonado por música e compositor de suas próprias canções, PK lançou em agosto de 2019 seu primeiro EP composto de quatro faixas e com a participação de nomes como Ludmilla, Kevin O Chris, DJ Pedro Henrique e DJ Tubarão. Intitulado “ImPKvel”, o trabalho marca a carreira do carioca que conta com um crescimento expressivo na internet e conta com mais de 3,8 milhões de ouvintes mensais no Spotify.

Encerrando 2019 com chave de ouro, o cantor lançou a canção “Tudo de Bom”, em parceria com a cantora Luísa Sonza, e claro, é mais um sucesso pra conta. São mais de 19 milhões de streams no Spotify e mais de 14 milhões de visualizações do clipe no Youtube.

Em 2020, PK continua bombando nas plataformas digitais e não para de lançar hits. No começo do ano foram lançada as canções “Hoje Tá Bom”, com MC Rebecca, e “Escandalosa”, com Tati Zaqui, que já somam mais de 24,6 milhões de visualizações no YouTube.

Ainda no primeiro semestre deste ano, o cantor lançou a música “É O Perigo”, ao lado de Pocah, “Vai Danada”, em parceria com Becky G e Gabily e “Não Para Não”, em parceria com Mc Jottapê, juntas, as canções somam mais de 8 milhões de views no YouTube.

No final de junho, o cantor lançou seu mais recente trabalho “Como a chuva cai”, em parceria com Hungria Hip Hop. Nesta canção, PK volta às suas origens trazendo um trap, onde falam sobre suas trajetórias de vida, história na música e como utilizaram as dificuldades impostas pela sociedade como força para chegarem onde queriam.

No mais, PK é apaixonado por games e futebol – e pelo Flamengo -. Dono de uma voz incrível e talento sem igual, ele busca, por meio do seu som, levar entretenimento aos seus fãs e mostrar que com perseverança tudo é possível sim, mesmo com os obstáculos do dia a dia.

“Não importa o estilo, eu respiro música 24h por dia. Vou jogar futebol com os amigos e continuo fazendo rimas durante as partidas. Durmo pensando em música e acordo pensando nela”, complementou.

Seu objetivo é ser reconhecido cada vez mais como cantor e compositor e levar sua música para os quatro cantos do mundo.