Vitão

Voltar

Biografia

Victor Ferreira, conhecido nacionalmente como Vitão, já é um dos principais cantores e compositores da nova geração, mesmo com apenas 22 anos. O cantor inspira uma legião de fãs com músicas que enaltecem sua versatilidade, transitando pelo R&B, Hip hop, Samba, Pagode, Bossa Nova e Pop.

Sempre muito estudioso e apaixonado por música, Vitão tem diversos cantores como referência em seu trabalho. No Brasil, alguns deles são: Chorão, Cassia Eller, Tim Maia, Rael, Luccas Carlos, Djavan, Caetano Veloso, Gilberto Gil, Lulu Santos, Jorge Bem Jor, Seu Jorge, Grupo Revelação e Emicida. No exterior, acompanha os trabalhos de Michael Jackson, Bruno Mars, Post Malone, Marvin Gaye, AC/DC, Guns N’ Roses, entre outros.

O cantor vive hoje um momento de forte ascensão, com mais de 2,1 milhões de inscritos em seu canal no Youtube, mais de 2,5 milhões de ouvintes mensais no Spotify Brasil e mais de 3,5 milhões de seguidores no Instagram. Pertencente ao casting da gravadora Universal Music, já foi indicado a grandes prêmios da música brasileira, como o de melhor cantor do ano no Prêmio Multishow 2020. Além disso, já esteve em festivais de suma importância, como Planeta Atlântida 2020, Planeta Brasil 2020 e participou de show do Projota no Rock in Rio 2019.

Vitão cantou nas ruas e em bares no começo da carreira, chamou atenção do grande público quando começou a postar vídeos na internet em 2016 por apresentar um perfil único que une voz, charme, composições e referências de moda muito fortes.

Desde então, a carreira de Vitão soma cada vez mais admiradores e colaboração com músicas de outros grandes artistas, como Ludmilla, Anitta, Projota e Ivete Sangalo. Os três primeiros videoclipes de sua carreira foram lançados a partir de 2017, “Tá Foda”, “Embrasa” e “Te Liguei”, somam juntos mais de 104 milhões de views no Youtube.

O seu primeiro EP, que leva seu nome, foi lançado em 2019. No mesmo ano disponibilizou os singles “Complicado” (feat. com Anitta), “7 Chamadas” (feat. com o colombiano Feid), “Edredom” (feat. com MC Davi) e “Sei Lá” (feat. com Projota).

Já em janeiro de 2020 foi a vez do primeiro álbum de estúdio, intitulado “Ouro”, que angariou números impressionantes – mais de 130 milhões de streams, 11 faixas no TOP 200 do Spotify Brasil na semana de lançamento e mais. Com vários lançamentos ao longo desse ano, um de seus mais recentes é o single “Flores”, em parceria com Luísa Sonza. Tal faixa também carrega muito engajamento do público – atualmente com mais de 116 milhões de streams no Youtube e permaneceu mais de 4 semanas no TOP 10 do Spotify.

O ano de 2021 começou com novidades e prometendo muitas surpresas. Logo em janeiro, Vitão fez participação na faixa “Samu”, de Léo Santana. A música ficou nas principais playlists do Spotify e agitou o Carnaval caseiro deste ano de pandemia. Em março, Vitão lançou seu primeiro single solo do ano, a música “Pensa”. Marcando uma nova fase do cantor e abordando assuntos como saúde mental e ainda chamou a atenção de Ivete Sangalo, que é citada na música.

Em maio, lançou “Chamego”, uma colaboração com o cantor e amigo pessoal de Vitão, Rael. Juntos pela segunda vez em uma parceria que promete dar o que falar, a música conta uma história de amor e traz letra escrita por Vitão e Rael. Com composição musical de Los Brasileros, “Chamego” ganhou um clipe pra lá de futurista dirigido por Leo Ferraz. Além disso, a música fez sucesso nas rádios de todo o país.

Seu lançamento “TAKAFAYA”, chegou em forma de reflexão, depois de um ano cheio de acontecimentos  bons e ruins: lançou seu primeiro álbum, mas em paralelo, viveu na pele uma onda de hate. Com letra de Vitão e, pela primeira vez em sua carreira, produção completamente feita também pelo cantor, “TAKAFAYA”  nasceu em um dia de imersão em casa, quando o artista estava sozinho e ganhou esse nome a fazer associação a “tacar fire (fogo)”. O conceito é de que, às vezes, é necessário tacar fogo em tudo para poder recomeçar, iniciar tudo do zero. As críticas não param por aí: Vitão também faz críticas ao machismo estrutural, através de um rap. Levando tudo isso para as telas do audiovisual, Cauê Tarnowski, diretor do videoclipe da música, junto a Vitão, decidiu seguir uma linha mais vintage na gravação, com paisagens diversas e um corte mais quadrado.

Pouco tempo depois, Vitão lançou “Se Você Tiver Eu Tô”, que veio com a ideia de continuar apresentando um novo Vitão, em uma nova fase de sua carreira, mas que mantém os mesmos alicerces. A música fala sobre como a vida é boa e deve ser vivida com pessoas que você ama ao seu lado, fazendo um paralelo com seu último lançamento “TAKAFAYA” – em que, no final da canção, o artista apresenta uma realidade mais otimista da vida.

Logo em seguida, marcando três lançamentos em apenas um mês, o artista apresentou “Conto de Fadas”. Comemorando três anos de carreira, “Conto de Fadas” tem como ponto principal a ideia de que a mudança vem de nós e que, mesmo a vida não sendo um conto de fadas, se a gente acreditar e fazer acontecer, ela pode se tornar.

Em outubro, Vitão apresentou para o mundo seu último lançamento “Te Namorei”. Com letra de Vitão,  Pedro Dash, Marcelinho Ferraz, Danilo Valbusa e Xerife, e produção de Los Brasileros, o single traz um som leve, com versos que falam sobre amar alguém e se entregar a esse sentimento de peito aberto. Com direção de Léo Ferraz, o clipe também explora essa mistura de ritmos e mensagem, tendo sido gravado no México, durante as férias do cantor no primeiro semestre de 2021. Além de trazer essas participações especiais, o vídeo também apresenta diversos casais em momentos de carinho, reforçando ainda mais a ideia de que o amor é universal, é para todos, independente de gênero, cor e raça.

Já finalizando o ano, Vitão apresentou ao público a música “Pensei Melhor”, um samba que leva traços do som pop do artista e entrega uma história sobre ouvir o coração, tanto na hora de se envolver com outras pessoas, como também saber, quando necessário, que não é o momento certo.